quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Entrevista com Apª Isabel Ramalho

Postado por FaithGirls às 20:24
Reações: 
Olá Meninas de Fé! Olha o que temos hoje pra vocês: uma entrevista exclusiva com a nossa Apóstola Isabel Ramalho. 

A Apóstola Isabel é mãe da Maria Eduarda e Marcelo Henrique. Governa junto com seu esposo, Apóstolo Marcelo Ramalho, o Ministério Apostólico Restaurar e, assume a liderança também da Rede de Mulheres (conheça melhor pelo Blog: Restauradas para Gerar) e juntamente com o Apóstolo a liderança da Rede Jump Restaurar.
É uma grande mãe, mulher de muitos talentos, discípula fiel e um exemplo de organização e liderança e, acima de tudo.. Mulher de Deus.
Ficou curiosa para saber mais ??
Então acompanhe esta entrevista exclusiva que a Faith Thais Ribeiro conseguiu com nossa linda Apª. Isabel Ramalho:

Quando você descobriu que era seu chamado, e qual foi a sua reação e da sua família?
Meu chamado foi descoberto aos poucos, em doses homeopáticas (risos).
Primeiro Deus me chamou pra ser esposa de pastor, e sendo assim eu era somente auxiliar no ministério do meu marido, não era meu propriamente dito. Foi a igreja que começou a me chamar de pastora, quando ainda não se falava de ministério pastoral feminino e nem eu queria isso pra minha vida... Então no meu encontro com Deus o Senhor falou muito comigo e eu decidi tomar posse do que ele já havia me dado e eu teimava em recusar. Meus pais hoje já aceitam meu ministério, mas não compreendem.

Porque você acha importante orar e esperar em Deus?
 Porque a palavra de Deus diz que a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável. Por isso eu decidi que é justamente isso que quero viver, ou seja, tudo que for bom, perfeito e agradável. Entendi que vale a pena esperar no Senhor sempre !

Como se sentia na sua adolescência com você esperando e orando e suas amigas namorando?
Em alguns momentos como qualquer adolescente, péssima, esquecida, rejeitada, a última bala do pote (risos).  Mas eu sempre tive um desejo antes mesmo de ser crente: " meu primeiro beijo, meu primeiro namorado fosse o homem que seria o meu marido" . E me detive nesse foco, crendo que o tempo de Deus ia chegar, e olha como fui recompensada, meu baixinho é lindo e cheio de unção! Sou uma mulher feliz, realizada e completa. Vale à pena esperar o melhor de Deus.

Como foi que você se sentiu quando abriu mão do seu trabalho pra viver só para o reino?
Por incrível que pareça foi o momento mais tranquilo da minha vida, pois eu tinha a certeza que essa não era somente a minha vontade, mas era a vontade de Deus se cumprindo em mim.

Mesmo com toda correria na igreja, ainda tem tempo pra atividades com seus filhos?
Sim, a gente passeia junto, gostamos muito de um shopping (risos), vamos ao cinema. 
Brinco com eles... com a Duda brinco de escritório, enquanto eu estou no computador fazendo as coisas da igreja, ela coloca uma mesinha perto de mim e a gente brinca de secretária, é muito bom. Com o Marcelo Henrique já é mais um papo cabeça afinal tenho que me acostumar com a ideia de que agora ele é um adolescente! Todo dia antes de dormir fico um tempo no quarto de cada um conversando sobre o dia deles, oramos e então.. ufa! hora de dormir.

Qual a importância de você e o apóstolo terem seus 12?
Em primeiro lugar cumprir um princípio da palavra de Deus, pois Jesus teve os seus 12 e nos ensinou esse modelo. Depois estabelecer o manto de autoridade e governo sobre a igreja, pois o número 12 significa governo e autoridade. É super importante e de primordial importância tornar efetivo o discipulado, o cuidado das pessoas, ninguém consegue cuidar bem, de forma eficaz de mais de 12 pessoas, por isso a importância das gerações de 12, no final das contas todo mundo é 12 da primeira, segunda, terceira, quarta........ geração.

O que é ser 12?
Uma grande responsabilidade. Precisa ficar claro o que não é, ser 12 NÃO é um cargo, um título. Ser 12 é uma função, uma unção.

Já possui projetos para novos livros?
Sim. Tenho mais 3 livros em mente, mas tudo no tempo de Deus.

Quem é mais bagunceiro Ap.Marcelo, Marcelo Henrique ou a Maria Eduarda?
Difícil pergunta. Acho que a menos bagunceira é a Duda, ela gosta do quarto organizado, arrumadinho, mas quando tem que bagunçar acaba "explorando" a Cátia, tanto quanto os outros dois (risos).

Qual foi a pior "arte" que você fez quando era criança e que hoje você da risadas ao lembrar?
Eu e meu irmão estávamos em uma farmácia brincando na balança pra ver quanto a gente pesava junto e separado, aí começamos a nos empurrar e ao lado da balança tinha uma vitrine de cosméticos.. final da história: nos empurramos tanto que acabamos por empurrar a vitrine que se desmontou toda e quebrou em mil pedaços. Minha mãe teve que pagar a vitrine e todos os produtos que se estragaram, imagine o castigo que levamos! No mais eu era quietinha.

Como você se sente com as mudanças que está acontecendo no M.A.R?
Na minha visão já eram para ter acontecido há mais tempo, mas Deus tem o tempo perfeito para todas as coisas (Eclesiastes 3). Sei que tem sido um tempo novo, de recomeços, de discipulado eficaz e isso deixa o meu coração muito alegre. Todos que se permitirem ser discipulados serão e viverão o melhor tempo de suas vidas.

* Foto: Apª Isabel Ramalho (esquerda) e Thais Ribeiro (direita)*
Entrevista feita por: Thais Ribeiro - Faith Girl


2 comentários:

Vera Rocha on 15 de agosto de 2013 23:08 disse...

Ótima entrevista! Curti, rsrs!!!

Elaine Correia on 16 de agosto de 2013 10:48 disse...

Muito Bom!! MãePóstola Linda! Bjs! Thais arrasouuuuuuuuu!

Postar um comentário

 

Faith Girls Copyright © 2012 Design by Amanda Inácio Vinte e poucos